Skip to content
Published 9 de março de 2018

Daniel Pink é um especialista em comportamento humano. Em 2014 ele apresentou uma série que mostra alguns experimentos sobre motivação e como as pessoas fazem suas escolhas involuntariamente muitas vezes. O nome da série é Crowd Control e estreiou no Brasil como “Repense sua Rotina” e mostra algumas experiências com gamificação inclusive.

Mas ele já fala sobre isso há muito mais tempo. Neste TED, além de falar sobre recompensamotivação e o impacto disso no desempenho das pessoas, ele comenta sobre três pilares para trabalharmos nossa motivação intrínseca.

Autonomia

As pessoas querem liberdade para resolver seus problemas sozinhos, para pensar em novas soluções. E as empresas, de modo geral, não deixam seus funcionários à vontade para experimentar e tentar outros caminhos. Como Pink diz em sua palestra, o Google há algum tempo cede 20% do dia de seus funcionários para trabalharem no que quiserem. O resultado é que alguns de seus melhores produtos nascem de ideias geradas neste período de “folga”…

Excelência

A vontade de realizar uma tarefa cada vez melhor e de forma mais eficiente é um motivador forte para as pessoas. Um estudo publicado na Harvard Business Review que afirma que perceber o progresso em direção a um objetivo significativo, é o motivador mais forte para os funcionários. Mais que dinheiro e mais que reconhecimento social.

Propósito

Nos games é o famoso Epic Win. É o sentimento de fazer parte de algo maior que nós mesmos. Várias ONG’s pelo mundo já entenderam e utilizam isso como o grande motivador para suas causas.

 

Com estes três pilares em mente, veja agora 3 dicas práticas de como motivar sua equipe:

1. Delegue tarefas

Ao confiar à sua equipe tarefas e projetos, você trabalha a autonomia e naturalmente sua equipe vai se sentir reconhecida. É uma forma poderosa de recompensa intrínseca. Mas um alerta: dar autonomia não significa largar a equipe pra fazer o que quiser! Esteja sempre presente, oriente e inspire sua equipe, demonstre sua confiança na competência e na capacidade dela.

2. Desafie e estabelece metas

Quando você diz onde sua equipe deve chegar, você aumenta o foco dela. E quanto maior o desafio, mais engajados eles vão estar. Mas cuidado: estabeleça metas possíveis para não surtir um efeito contrário e desmotivar todo mundo. Entenda mais desse processo com a Teoria do Flow.

3. Celebre as conquistas

Comemore com sua equipe cada uma das conquistas, mesmo as pequenas. Desta forma você dá sentido ao caminho que percorreram até a vitória e reforça o propósito de estarem fazendo o que fazem.

 

 

 

Baixe seu guia: Gamificação na Prática!

Um caminho claro para entender e aplicar a gamificação de forma simples na sua empresa.

DOWNLOAD GRÁTIS

Comentários

Comments are closed.