Skip to content
Published 12 de dezembro de 2019

Um dos grandes problemas de quem monta cursos online é que os alunos começam e não terminam. Às vezes é falta de interesse, outras é por falta de disciplina, ou ainda puro e simples esquecimento mesmo.

Mas a gamificação pode ajudar a engajar estes alunos no curso online e quero deixar algumas três dicas aqui antes de te fazer um convite.

Comece pelo simples: progresso.

Seus alunos precisam saber em que ponto estão e quanto falta para conseguirem chegar ao final do capítulo, do módulo, do curso. Pode ser com as barrinhas de progresso tradicionais se enchendo, ou ainda pode ser com uma porcentagem no cantinho da tela. Mas mostre de forma clara. Este feedback claro de nossa evolução nas tarefas que estamos fazendo é uma das premissas para se entrar em Estado de Flow.

Desenvolva as habilidades

O início do seu curso precisa ser como a primeira fase do Super Mario. Não exija nenhuma habilidade complexa, apenas faça com que o aluno sinta que aprendeu algo logo de cara. Tenha lições e desafios fáceis e rápidos de serem realizados no começo do curso. Em seguida vá aumentando a complexidade destes exercícios conforme a evolução do conteúdo e do aluno. A excelência é um dos pilares da motivação intrínseca, é fundamental perceber que estamos melhorando naquilo que nos propusermos a fazer para reforçar um comportamento.

Baixe agora o ebook sobre como aplicar a gamificação

Saiba mais

Reforce a autonomia

Por fim, experimente alguns conteúdos secretos ou “travados”, paralelos ao tema principal do seu curso. Estas “side quests” aguçam a curiosidade e dão a sensação de autonomia ao aluno, outro pilar importante para motivação intrínseca.

Espero que estas dicas ajudem a engajar seus alunos por aí!

Comentários